Bem-vindo: Dom, 28 de Maio 2017, 17:32 Pesquisa avançada

Você sabe o que é o Kernel Hurd?

Esta secção é dirigida a todo o tipo de conversas que não se enquadrem nas secções acima. São proibidas conversas com teor racista, religioso, político, pornográfico, violento entre outros semelhantes.

Você sabe o que é o Kernel Hurd?

Mensagempor Luciano Fernandes » Sáb, 7 de Julho 2012, 2:06

Boa noite! Desejo que todas(os) estejam bem :!: :OK:


Postado por: Vinícius Vieira


Antes de entendermos o que é o HURD, vamos entender o que é um kernel. Na informática, o núcleo ou cerne (em inglês: kernel) é o componente central de um Sistema Operacional; ele serve de ponte entre aplicativos e o processamento real de dados feito a nível de hardware, em outras palavras, ele é responsável por gerenciar os recursos do sistema, ou seja, a comunicação entre componentes de hardware e software.

Como você deve saber (pelo menos deveria), o Linux é um kernel, e logo ele não é um Sistema Operacional. O que? Sério? Sério!

O Linux é um kernel que foi desenvolvido por Linus Torvalds e é baseado no Minix (daí o nome Linux; Linus + Minix = Linux). E o Minix, por sua vez, é um Sistema Operacional completo, livre e aberto, que foi desenvolvido baseado no Unix; um Sistema Operacional criado no MIT por Dennis Ritchie e outros, que rodava nos principais computadores das universidades e centros de pesquisa na década de 70.


Linus Torvalds criou, em 1991, um kernel, ou um núcleo de um Sistema Operacional, para que outras pessoas pudessem ter a liberdade de escrever seus próprios programas, aplicações, drivers (a forma correta para Linux é módulo e não driver), sistemas de arquivos e etc, ou seja, Linus queria que a liberdade fosse o ponto alto do Linux, que no começo foi batizado de “Freax” pelo próprio Linus.

Os Sistemas Operacionais que chamamos de distribuições Linux, usam o Linux como kernel, porém na verdade são Sistemas Operacionais GNU. Agora complicou… calma.

O GNU (GNU is Not Unix, em português: GNU Não é Unix) foi criado por Richard Stallman em 1984 com a premissa de ser um Sistema Operacional baseado e totalmente compatível com o Unix. Em 1991 o GNU já estava totalmente completo, porém ainda faltava um kernel que fosse livre, aberto, compatível com sistemas Unix-Like (baseados em Unix), e principalmente, estável… foi aí que entrou o Linux.


Vamos voltar a fita um pouco… Stallman havia criado um Sistema Operacional completo, mas sem kernel? Não. Na verdade o projeto GNU já estava desenvolvendo um kernel, o Kernel HURD, porém neste momento histórico o hurd ainda estava (e está) muito aquém da estabilidade que o Linux já apresentava.

O plano inicial do projeto GNU era de adaptar o kernel 4.4BSD-Lite em seu novo SO, porém não chegaram nem a tentar… mais tarde, o kernel 4.4BSD-Lite foi usado com sucesso para criar o Darwin, que é hoje o kernel dos sistemas operacionais Mac OS e iOS.

Várias tentativas, sem sucesso, aconteceram durante a implementação de um kernel para o GNU: o primeiro kernel usado efetivamente foi o TRIX, mas ele precisava de muitas melhoras para funcionar e a idéia foi abandonada. Eles chegaram a pensar no Berkley Sprite, mas também não deu certo já que houve pouca colaboração dos programadores da Berkley. Finalmente, decidiram usar uma outra arquitetura vinda do microkernel March. Uma vez que esta decisão foi tomada, tiveram que esperar ainda vários anos pois não tinham certeza que o código do March fosse divulgado sob uma licença de Software Livre.

Bom, mais de 20 anos se passaram e o HURD ainda continua sendo desenvolvido pelo projeto GNU, porém recentemente algumas distribuições Linux (Sistemas Operacionais GNU/Linux) decidiram criar projetos paralelos ao Linux, usando o Hurd. O Debian e o Arch foram os pioneiros neste projeto e inclusive já disponibilizaram o Debian GNU/Hurd e o ArchHurd.


Estas “distribuições hurd”, assim como o próprio Hurd, estão em desenvolvido ativo, mas ainda não fornecem o desempenho e a estabilidade que você esperaria de um sistema em produção. Além disso, apenas alguns pacotes foram portados para o GNU/Hurd.


Se você é estudante de Ciência da Computação, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, ou gosta de “fuçar” e descobrir novos horizontes e novas possibilidades, talvez goste de experimentar o Hurd.
Caso tenha gostado do post, por favor, prestigie a fonte para este e outros assuntos afins :!: :obrigado: o :ubuntued: agradece sua preferência, volte sempre! ;)


:arrow: ORIGEM CRIACIONAL: #Seja Livre



Vivamos a LIBERDADE com total DIGNIDADE!
"[...] For we can do nothing against the TRUTH, but for the TRUTH..."
Avatar do usuário
Luciano Fernandes
Nuntius Express
 
Mensagens: 1070
Registrado em: 26 Junho, 2011
Localização: Rio de Janeiro, Brazil.

Re: Você sabe o que é o Kernel Hurd?

Mensagempor wsan72 » Sáb, 7 de Julho 2012, 2:29

Excelente artigo, parabéns, Passou de termos para iniciantes a assuntos para avançados como o Hurd. Já usei o gerenciador de janelas o GNUStep (creio que seja ele na imagem acima) e posso afirmar que é um excelente gerenciador, assim como o WindowMaker.
Nunca usei alguma distro com o Hurd como núcleo, se for para utilizar um Unix livre, ainda prefiro o OpenBSD pela estabilidade e segurança oferecido pelo sistema.
Escolhe um trabalho de que gostes, e não terás que trabalhar nem um dia na tua vida. [Confúcio]
Avatar do usuário
wsan72
 
Mensagens: 40
Registrado em: 02 Julho, 2012

Re: Você sabe o que é o Kernel Hurd?

Mensagempor Davysson Silva » Sáb, 7 de Julho 2012, 4:53

Otíma partilha, acho que vou testar o archHurd aqui, mas será que alguma VM tem suporte ao kernel hurd?
Avatar do usuário
Davysson Silva
 
Mensagens: 933
Registrado em: 14 Junho, 2011
Localização: João Pessoa - PB

Re: Você sabe o que é o Kernel Hurd?

Mensagempor fernandgoncalves » Sex, 27 de Julho 2012, 20:46

Spoiler:
Luciano F. Fernandes » Sex Jul 06, 2012 10:06 pm escreveu:Boa noite! Desejo que todas(os) estejam bem :!: :OK:


Postado por: Vinícius Vieira


Antes de entendermos o que é o HURD, vamos entender o que é um kernel. Na informática, o núcleo ou cerne (em inglês: kernel) é o componente central de um Sistema Operacional; ele serve de ponte entre aplicativos e o processamento real de dados feito a nível de hardware, em outras palavras, ele é responsável por gerenciar os recursos do sistema, ou seja, a comunicação entre componentes de hardware e software.

Como você deve saber (pelo menos deveria), o Linux é um kernel, e logo ele não é um Sistema Operacional. O que? Sério? Sério!

O Linux é um kernel que foi desenvolvido por Linus Torvalds e é baseado no Minix (daí o nome Linux; Linus + Minix = Linux). E o Minix, por sua vez, é um Sistema Operacional completo, livre e aberto, que foi desenvolvido baseado no Unix; um Sistema Operacional criado no MIT por Dennis Ritchie e outros, que rodava nos principais computadores das universidades e centros de pesquisa na década de 70.


Linus Torvalds criou, em 1991, um kernel, ou um núcleo de um Sistema Operacional, para que outras pessoas pudessem ter a liberdade de escrever seus próprios programas, aplicações, drivers (a forma correta para Linux é módulo e não driver), sistemas de arquivos e etc, ou seja, Linus queria que a liberdade fosse o ponto alto do Linux, que no começo foi batizado de “Freax” pelo próprio Linus.

Os Sistemas Operacionais que chamamos de distribuições Linux, usam o Linux como kernel, porém na verdade são Sistemas Operacionais GNU. Agora complicou… calma.

O GNU (GNU is Not Unix, em português: GNU Não é Unix) foi criado por Richard Stallman em 1984 com a premissa de ser um Sistema Operacional baseado e totalmente compatível com o Unix. Em 1991 o GNU já estava totalmente completo, porém ainda faltava um kernel que fosse livre, aberto, compatível com sistemas Unix-Like (baseados em Unix), e principalmente, estável… foi aí que entrou o Linux.


Vamos voltar a fita um pouco… Stallman havia criado um Sistema Operacional completo, mas sem kernel? Não. Na verdade o projeto GNU já estava desenvolvendo um kernel, o Kernel HURD, porém neste momento histórico o hurd ainda estava (e está) muito aquém da estabilidade que o Linux já apresentava.

O plano inicial do projeto GNU era de adaptar o kernel 4.4BSD-Lite em seu novo SO, porém não chegaram nem a tentar… mais tarde, o kernel 4.4BSD-Lite foi usado com sucesso para criar o Darwin, que é hoje o kernel dos sistemas operacionais Mac OS e iOS.

Várias tentativas, sem sucesso, aconteceram durante a implementação de um kernel para o GNU: o primeiro kernel usado efetivamente foi o TRIX, mas ele precisava de muitas melhoras para funcionar e a idéia foi abandonada. Eles chegaram a pensar no Berkley Sprite, mas também não deu certo já que houve pouca colaboração dos programadores da Berkley. Finalmente, decidiram usar uma outra arquitetura vinda do microkernel March. Uma vez que esta decisão foi tomada, tiveram que esperar ainda vários anos pois não tinham certeza que o código do March fosse divulgado sob uma licença de Software Livre.

Bom, mais de 20 anos se passaram e o HURD ainda continua sendo desenvolvido pelo projeto GNU, porém recentemente algumas distribuições Linux (Sistemas Operacionais GNU/Linux) decidiram criar projetos paralelos ao Linux, usando o Hurd. O Debian e o Arch foram os pioneiros neste projeto e inclusive já disponibilizaram o Debian GNU/Hurd e o ArchHurd.


Estas “distribuições hurd”, assim como o próprio Hurd, estão em desenvolvido ativo, mas ainda não fornecem o desempenho e a estabilidade que você esperaria de um sistema em produção. Além disso, apenas alguns pacotes foram portados para o GNU/Hurd.


Se você é estudante de Ciência da Computação, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, ou gosta de “fuçar” e descobrir novos horizontes e novas possibilidades, talvez goste de experimentar o Hurd.
Caso tenha gostado do post, por favor, prestigie a fonte para este e outros assuntos afins :!: :obrigado: o :ubuntued: agradece sua preferência, volte sempre! ;)


:arrow: ORIGEM CRIACIONAL: #Seja Livre



Vivamos a LIBERDADE com total DIGNIDADE!


Opa! Legal saber que a Comunidade GNU desenvolve o HURD . Sabia da história do Hurd e tinha um sentimento de 'coisa que não deu certo, coisa abandonada'. Espero logo, em breve, poder usar um Sistema Operacional GNU ( sem a necessidade de extensões /Linux p. ex ) para ser 'políticamente correto.
Avatar do usuário
fernandgoncalves
 
Mensagens: 5
Registrado em: 29 Fevereiro, 2012
Localização: São Vicente SP Brasil

Re: Você sabe o que é o Kernel Hurd?

Mensagempor betocarneiro » Seg, 29 de Julho 2013, 1:00

Excelente post.
É muito importante sair da zona de conforto do conhecido e partir pro até então desconhecido, ao menos pra mim :P
Não confundam burrice com ignorância. Não confundam saber com arrogância.
Tudo depende da maneira como é falado.
Avatar do usuário
betocarneiro
 
Mensagens: 36
Registrado em: 06 Maio, 2012

Re: Você sabe o que é o Kernel Hurd?

Mensagempor Claudio Novais » Seg, 29 de Julho 2013, 22:54

É interessante sair da zona de conforto para aprender, sem dúvida. Agora o objetivo do Hurd é o de ser a verdadeira solução para a humanidade. Infelizmente o código fechado, tal como o Stallman sempre defendeu, nunca dará garantias de algo que é nosso funcione como se fosse nosso. Basta ver as últimas notícias da NSA.

Portanto, o ser open-source a 100% é a nossa única hipótese de se ter algo nosso que funcione como realmente nós queremos (sem extras que infrinjam certos direitos nossos que só nós é que devíamos decidir se os largamos ou não).
Avatar do usuário
Claudio Novais
Editor do Ubuntued
 
Mensagens: 16869
Registrado em: 25 Maio, 2011

Re: Você sabe o que é o Kernel Hurd?

Mensagempor Exploit » Qua, 31 de Julho 2013, 3:21

se em 20 anos só fizeram isto.. demoram mais 20 para ficar recomendável..
Avatar do usuário
Exploit
 
Mensagens: 1297
Registrado em: 31 Agosto, 2011

Re: Você sabe o que é o Kernel Hurd?

Mensagempor Claudio Novais » Qua, 31 de Julho 2013, 16:28

Tudo depende da situação atual. Também se dizia muitas coisas do linux, mas a verdade é que em 15 ou 20 anos ele ficou num dos melhores sistemas para servidores e está num bom caminho para os desktops, já para não falar nos sistemas móveis.

Ou seja, tudo depende de como as coisas evoluem. Na informática ocorrer situações exponenciais é relativamente comum e se isso um dia aparecer no Hurd, ele rapidamente chega ao estado atual do Linux, até porque muita coisa funciona já sobre o Hurd, basta ver que o Debian tem uma versão que usa o Hurd:
Avatar do usuário
Claudio Novais
Editor do Ubuntued
 
Mensagens: 16869
Registrado em: 25 Maio, 2011

Re: Você sabe o que é o Kernel Hurd?

Mensagempor scrod_ » Qua, 31 de Julho 2013, 19:49

Excelente artigo, explicou muito bem e me esclareceu algumas coisas com relação ao hurd, rs
"Oh, Ubuntu, you are my favorite Linux-based operating system!" - COOPER, Sheldon. 2010. 3ª Temporada, "The Staircase Implementation" Episódio 22
Avatar do usuário
scrod_
 
Mensagens: 10
Registrado em: 23 Julho, 2013
Localização: Rinópolis


Tópicos Similares:

Voltar para Seja livre e converse! [OFF-TOPIC]

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante