Bem-vindo: Seg, 19 de Agosto 2019, 1:38 Pesquisa avançada

Intel não aprovou o XMIR do Ubuntu e não vai dar suporte!

Secção dedicada a Noticias! Aqui poderá partilhar todas as notícias relativas ao Ubuntu. No entanto, poderá publicar também notícias sobre software livre em geral: outras distribuições e até conferências

Intel não aprovou o XMIR do Ubuntu e não vai dar suporte!

Mensagempor Claudio Novais » Ter, 10 de Setembro 2013, 0:13

Na semana passada a Intel lançou uma atualização dos seus drivers de vídeo para Linux, e entre as novidades estava o suporte para o XMir, a camada de compatibilidade do servidor gráfico Mir, que a Canonical está desenvolvendo e irá estrear na próxima versão do Ubuntu.

Poucos dias depois, o patch que incluiu o suporte foi revertido, e logo depois surgiu a explicação em um commit da Intel, assinado em nome de "A Administração" e informando: "Não aprovamos nem apoiamos a Canonical no curso de ação escolhido por ela, e não incluiremos os patches do XMir upstream".

Ao optar pelo Mir, a Canonical optou por divergir do Wayland, iniciativa anterior e ainda em andamento, com objetivos similares ao do Mir, e suportada por uma série de projetos comunitários e empresas, incluindo a Intel, que inclusive emprega o fundador do Wayland.

Como o driver xf86-video-intel é open source, a Canonical vai poder continuar mantendo suas modificações para o XMir "por fora", como também já faz para o Mesa, xf86-video-ati e xf86-video-nouveau para poder lançar o Ubuntu 13.10 com suporte ao Mir/XMir.

Vale lembrar que os drivers para Linux mantidos diretamente pelas 2 outras principais fornecedoras de GPUs para os desktops com Linux – NVIDIA e AMD – também não suportam o XMir.

Opinião Pessoal



Depois de termos visto uma Canonical extraordinariamente comunitária, onde muitas empresas se abraçaram ao projeto, eis que nos últimos anos a Canonical começa a destacar-se talvez pela negativa.

A Canonical tem tentado destacar-se e para o fazer tem criado projetos próprios talvez para que outras distros não reutilizem o seu trabalho investido. Parece ser contraditório, mas basta ver as inúmeras dependências de alguns pacotes que exigem, só porque sim, o Unity por exemplo. Ou então as dificuldades em instalar softwares como o Ubuntu One.

Esta contradição não é única, o próprio Android é um bom exemplo disso. No entanto, a Canonical continua a querer o apoio da comunidade, mesmo não querendo que a comunidade faça determinadas escolhas. O Wayland há muito que estava definido como o futuro servidor gráfico que iria substituir o X. Claro que o Wayland estava com um desenvolvimento lento, o que era mau para os objetivos da Canonical, mas porque não juntar-se ao projeto em vez de fragmentar ainda mais o Linux!?

A Intel é uma das empresas que mais tem apoiado o Linux nas compatibilidades com os seus próprios Hardwares. Por esse motivo, esta decisão tem valor muito grande em relação a outras empresas. A falta de suporte que o XMIR a partir de agora vai sentir junta-se a outros softwares como Mesa.

Todos estes softwares estão carregados de "tapa-buracos", o que não é nada ótimo para a elegância do sistema que obviamente traz sempre alguma redundância, falta de performance, que o diga o software mais conhecido da Canonical, o Unity.

Apesar de tudo isto o Mir continua a demonstrar ter alto potencial, mas este é mais um exemplo que nós utilizadores do Ubuntu continuamos no meio de uma confusão sem fim, onde utilizamos software a meio gás! O MIR está prometido mas não usamos. O Unity que utilizamos atualmente e quem vem no próximo Ubuntu está quase parado no tempo¹ porque não faz sentido evoluí-lo quando ele vai ser completamente descartado para o novo Unity8. E por aí vai. Com esta decisão da Intel, nem sabemos se o próprio Unity8, que vai utilizar o MIR, vai conseguir alcançar a estabilidade necessária dentro dos prazos que já são bastante alargados (Outubro de 2014).


____
¹apenas as scopes evoluem pois poderão ser reutilizadas no Unity 8


Referências:



Avatar do usuário
Claudio Novais
Editor do Ubuntued
 
Mensagens: 16869
Registrado em: 25 Maio, 2011

Re: Intel não aprovou o XMIR do Ubuntu e não vai dar suporte

Mensagempor gflaviosilva » Ter, 10 de Setembro 2013, 0:59

o mais estranho e é o que acho que tudo isto não passa de conspiração contra o Ubuntu no geral...pois tempos atrás quando a Canonical era totalmente a favor do Wayland...todos se apresentavam contras...agora só porque ela não apoia o Wayland...todos agora são a favor do mesmo e contra as decisões da Canonical...linux é liberdade...porem falta coerência da comunidade linux e muito mimimi..parecem um bando de garotinhas mimadas..amo "Open Source" porem enquanto menininhas estiverem nas suas rédias..nunca irá evoluir ou chegar ao seu ápice de sua capacidade....e viva o Linux...
Guilherme F. Silva
Avatar do usuário
gflaviosilva
 
Mensagens: 7
Registrado em: 24 Novembro, 2011

Re: Intel não aprovou o XMIR do Ubuntu e não vai dar suporte

Mensagempor hailton » Ter, 10 de Setembro 2013, 1:18

O lançamento de novas versões do X.Org demora as vezes anos. Para vocês terem uma ideia, a versão mais atual do X.Org (X11R7.7) foi lançado em abril de 2012, ou melhor, 2 anos após o lançamento da versão X11R7.6 em 2010. Não temos certeza se ocorrerá uma integração ao Wayland na próxima versão do X.Org (X11R7.8). Parece que a Intel está mirando o desenvolvimento do Wayland ao lado do projeto Tizen. Gnome também está apoiando o Wayland.
Canonical optou em criar seu próprio servidor gráfico, isso parece com o estilo Google (semi-livre).
Editado pela última vez por hailton em Ter, 10 de Setembro 2013, 21:54, em um total de 4 vezes.

hailton
 
Mensagens: 174
Registrado em: 02 Setembro, 2013

Re: Intel não aprovou o XMIR do Ubuntu e não vai dar suporte

Mensagempor nelinhoãngolano » Ter, 10 de Setembro 2013, 10:53

É comprensivel a actitude da intel porque o xmir, mir ainda é muito novo e não se sabe muito sobre a estabilidade do mesmo, mas a posição da intel nos afecta muito uma vez que a steam cada vez quer portar mais jogos para linux e esses jogos exigem muito do hardware sem a intel,nvidia,amd a apoiar o novo rumo da canonical, quanto a jogo é possivel que os usuarios migrem para outras distros.
Mas nem tudo é mau, quem sabe com o tempo se comfirmar-se que o mir é estavel quanto o x ou wayland ou melhor que ambos talvez essas empresas voltem a prestar atenção ao nosso querido ubuntu.

nelinhoãngolano
 
Mensagens: 19
Registrado em: 02 Setembro, 2013

Re: Intel não aprovou o XMIR do Ubuntu e não vai dar suporte

Mensagempor Rafael Schonberg » Ter, 10 de Setembro 2013, 11:13

A Canonical só está a receber o troco. O wayland tem o mundo Linux a apoiar.
O homem não consegue descobrir novos oceanos se não tiver a coragem de perder de vista a costa. — André Gide
Avatar do usuário
Rafael Schonberg
 
Mensagens: 901
Registrado em: 19 Novembro, 2012

Re: Intel não aprovou o XMIR do Ubuntu e não vai dar suporte

Mensagempor Carlos Carvalho » Ter, 10 de Setembro 2013, 12:45

Boa tarde ,

O Cláudio tem aqui um ponto muito importante no seu artigo, existem de facto várias incongruências nas últimas atitudes da Canonical, uma delas é sem dúvida o MIR, a Canonical nunca explicou qual a razão para não continuar a participar no projecto Wayland da qual a Canonical também era um apoiante, se de facto o projecto estava a ia devagar de mais deveria o ter dito claramente e em voz alta, e ou ajudar de forma a que o seu desenvolvimento fosse mais rápido.

Não penso que a solução seja fragmentar ainda mais o Linux que já esta cheio de famílias e pacotes compilados em diversos formatos, isto não ajuda nada o Linux a impor-se com um sistema alternativo, acaba até por confundir ainda mais os novos utilizadores .

Se olharmos para a Distrowatch, verificamos que nas 3 primeiras posições estão 3 distros da família Debian, a saber Mint, Ubuntu , Debian 7, será que a comunidade não se conseguiria reunir de forma a uniformizar os formatos dos pacotes? ... é que nem toda a gente sabe compilar e a maior parte das famílias Linux fora da família Debian não tem o Nr. de pacotes disponíveis como a Debian e esse é outro problema acrescido para o Linux e para os seus utilizadores .

Era bom que todos se entendessem de forma a não fragmentar ainda mais o Linux.

Eu como utilizador diário do Linux não vejo grandes diferenças no que concerne a estabilidade nas diversas famílias do Linux, é certo que a Debian , Arch , Gentoo etc , adoptam o formato de rolling release, mas eu posso afirmar sem qualquer pudor que não vejo assim tantas vantagens nas rolling, o que vejo por exemplo na Debian é que os pacotes considerados estáveis pela equipa que desenvolve o Debian estão muito desactualizados, dou como exemplo flagrante a suite de produtividade Libreoffice que nas últimas versões tanto se tem preocupado com a rectrocompatibilidade com a suite da Microsoft e outras existentes, será que é assim que vamos conquistar novos utilizadores ?... penso infelizmente que não e com muita pena minha .

Tenham um bom resto de dia

Carlos Carvalho
 
Mensagens: 22
Registrado em: 26 Dezembro, 2012
Localização: Lisboa - Portugal

Re: Intel não aprovou o XMIR do Ubuntu e não vai dar suporte

Mensagempor Claudio Novais » Ter, 10 de Setembro 2013, 13:19

O problema sabe qual é Carlos?! É que há algumas empresas que estão no ramo do open-source mas com uma mente completamente corporativista, infelizmente no sentido mais negativo: tentativa de obstrução da concorrência.

Não digo que a Canonical seja o expoente máximo disso mesmo, que não é!!! No entanto, ela tem feito algumas tentativas com esse objetivo, mas ao mesmo tempo, quer utilizar ao máximo toda a mão de obra construída pela enorme comunidade Linux.

O Unity é um exemplo dessas tentativas, mas não é único, o Ubuntu One junta-se mais ou menos a ele. Existe muitas dificuldades em ter facilmente estes pacotes porque a Canonical tenta criar uma exclusividade (lembram-se do que eu disse sobre a concorrência no primeiro parágrafo?). Eles tentam isto mesmo porque estão a investir recursos e sabem que qualquer pessoa poderá utilizá-los, coisa que qualquer empresa não quer. Mas se não quer, que não use um slogan open-source! Eles usam exatamente para cativar e apanhar mão de obra bastante qualificada mas gratuita.

Sei que muita gente é contra esta minha opinião, mas eu não estou 100% contra a Canonical até porque, tal como disse a negrito em cima, ela não é o expoente máximo das limitações de concorrência, aliás, ela é das distros com mais remasters que existe, penso eu!! No entanto, ela é também conhecida por ser uma das mais limitadoras/dificultadoras na reutilização dos seus softwares.

E para quem vier usar este mesmo argumento, que não devemos crucificar a Canonical porque arrasta sem querer muitas remasters que utilizam os recursos dos servidores deles, bom, é verdade! Mas essa mesma Canonical tem trazido muitas novas versões do Ubuntu cheias de funcionalidades que na prática grande parte vêm do projeto Gnome, aquele projeto que constitui quase todo o Ubuntu e aquela projeto que agora a Canonical pouco se interessa pois ele vai seguir o caminho do Wayland.

Engraçado tudo isto.

A Canonical é sem dúvida uma boa empresa, mas também tem muitos podres, dos quais não podemos fechar os olhos. :obvio:
Avatar do usuário
Claudio Novais
Editor do Ubuntued
 
Mensagens: 16869
Registrado em: 25 Maio, 2011

Re: Intel não aprovou o XMIR do Ubuntu e não vai dar suporte

Mensagempor Carlos Carvalho » Ter, 10 de Setembro 2013, 13:23

Boa tarde Cláudio,

Concordo com tudo o que escreveu .

Cumprimentos

Carlos Carvalho
 
Mensagens: 22
Registrado em: 26 Dezembro, 2012
Localização: Lisboa - Portugal

Re: Intel não aprovou o XMIR do Ubuntu e não vai dar suporte

Mensagempor abdo » Ter, 10 de Setembro 2013, 13:25

Como eu sempre achei... a Canonical quer transformar o Ubuntu em um SO exclusivo, baseado no Linux é verdade, mas sem ser um Linux, algo como a Apple que tem o MacOS que é um BSD sem ser um BSD...
/+/ Não digo que sou um Vascaíno doente, pois doente é quem não é Vascaíno /+/
Carlos Drummond de Andrade. Vascainos sempre em boa cia...
Club de Regatas Vasco da Gama

Imagem
Avatar do usuário
abdo
 
Mensagens: 693
Registrado em: 08 Abril, 2012
Localização: Ilha do Governador - RJ - Brasil

Re: Intel não aprovou o XMIR do Ubuntu e não vai dar suporte

Mensagempor Carlos Carvalho » Ter, 10 de Setembro 2013, 13:38

Pois ... eu na minha modesta intervenção e interacção que tenho com a comunidade Linux, tenho dito algumas vezes exactamente isso, o que é uma pena porque eu comecei a serio no Linux com o Ubuntu 5.10 em Outubro de 2005 a sua segunda versão que foi iniciada com a 5.04 em Abril do mesmo ano, quebrei com o Ubuntu a partir da 10.04 LTS embora ainda tivesse usado a 10,10 já não era a minha distribuição principal a altura optei pelo KDE nessa época já com a versão 4 e gostei pela sua plasticidade e pelo poder do gestor de ficheiros dolphin que me impressionou pela sua alta capacidade de produtividade, antes tinha usado SUSE primeiro e só depois o Open Suse, mas nunca de uma forma permanente como aconteceu a partir de 2005.

Sei que devemos muito a Canonical, mas também percebo que a Canonical anda já a algum tempo a esticar a corda, é pena porque o Linux em todo o Mundo está em crescimento e a Canonica deveria fazer parte desta história presente e futura, mas o meu medo é esse mesmo é que num futuro muito próximo a Canonical deixe de fazer parte deste nosso Mundo e se torne noutra Apple .

Abraço

Carlos Carvalho
 
Mensagens: 22
Registrado em: 26 Dezembro, 2012
Localização: Lisboa - Portugal

Próximo

Voltar para Notícias

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 16 visitantes