Bem-vindo: Sáb, 21 de Outubro 2017, 23:56 Pesquisa avançada

Cinnamon – Alternativa ao Gnome-Shell e Mate - UPDATE

Apresente aqui temas que gostou, skins de programas, ícones, wallpapers, conky's, etc. Ou seja, tudo o que possa alterar de estético no seu Ubuntu, apresente aqui. Em caso de dúvidas de personalização ou se quiser mostrá-la ao mundo, utilize esta secção!

Cinnamon – Alternativa ao Gnome-Shell e Mate - UPDATE

Mensagempor Miguel Fonseca » Ter, 3 de Janeiro 2012, 17:37

O que é o Cinnamon



Como o titulo indica, o Cinnamon (palavra inglesa para Canela), é um Desktop Envirioment ou Ambiente Gráfico, que tem como inspiração o Gnome-Shell, por isso é uma “fork” do mesmo. Este foi criado e desenvolvido por Clement Lefebvre, também conhecido por “Clem”, que é o principal desenvolvedor e criador do Cinnamon e do Linux Mint, Também está envolvido no projecto MATE.

Este projecto tenta oferecer um layout (disposição) idêntica ao do “velhinho” Gnome 2, como por exemplo, um painel inferior com lançadores, systray (bandeja de sistema) e notificações. No entanto, trata-se de uma mistura bem bonita e já estável deste último e do novo Gnome-Shell.


Instalação do Cinnamon



Instalação do Cinnamon no Ubuntu



Agora que já falámos um pouco do Cinnamon, vamos arregaçar as mangas e ver como é possível instalá-lo no Ubuntu. O processo é simples e depende agora apenas da adição de um PPA dedicado para o nosso Ubuntu.
Abram o vosso terminal (consola) e executem os seguintes comandos:

sudo add-apt-repository ppa:gwendal-lebihan-dev/cinnamon-stable -y && sudo apt-get update


para terminar, ainda no terminal, executem:

sudo apt-get install cinnamon cinnamon-session cinnamon-settings -y


Reinicie a sessão e aquando do login escolha o ambiente gráfico Cinnamon tal como na imagem abaixo:


Instalação do Cinnamon no Linux Mint




Escreva o comando seguinte no terminal (consola):

sudo apt-get install cinnamon cinnamon-session cinnamon-settings


Instalação noutras distribuições sem ser o Ubuntu/Mint



Para outras distribuições acedam à página de download do Cinnamon
http://cinnamon.linuxmint.com/?page_id=61

Outras notas:



Muitas coisas já foram faladas sobre o Cinnamon aquando do seu desenvolvimento, nomeadamente como alterar os temas manualmente. Atualmente o Cinnamon está num nível de estabilidade e usabilidade muito bom o que torna essas informações (mostradas ao clicar no botão abaixo) obsoletas.
Spoiler:

Imagem gentilmente cedida pelo utilizador Luís Cardoso



Como ter o Cinnamon no Login do Ubuntu?


Se gostaram do Cinnamon e querem ter acesso ao mesmo no processo de login, então bastará fazerem logout (sair da sessão) e no menu de inicio da sessão (lightdm) vão ter a vossa disposição o Ambiente Gráfico do Cinnamon. Escolham-o e divirtam-se!













Como mudar as configurações do Cinnamon?
Para poderem activar ou desativar o “autohide” do painel inferior, mudar o texto do menu, mudar os temas e mais algumas configurações, têm apenas de aceder ao cinnamon-settings, através do menu, ou pressionando as teclas "Alt+F2" e escrevendo "cinnamon-settings" seguido de enter.




Segundo indicação do site oficial do Cinnamon, instalá-lo não irá entar em conflito com o Gnome-Shell e, por experiência própria, também não aconteceu no Unity.


Escrevi este artigo tendo em conta o Ubuntu 11.10, mas no Linux Mint, apenas será necessário instalar os pacote que estão nos repositórios, como referido mais acima.








Como instalar temas?



Caso estejam curiosos em relação ao tema utilizado no meu Cinnamon, trata-se de um tema feito precisamente para este ambiente gráfico que se chama Eleganse. Se o quiserem ter, assim como outros sete (7) temas também eles feitos especificamente para o Cinnamon, basta seguirem este pequeno tutorial para os instalarem rapidamente no vosso Ubuntu. Este procedimento é necessário enquanto os temas não forem adicionados ao PPA.
Então no vosso terminal (consola) executem os seguintes comandos:











sudo apt-get install git-core


em seguida:



depois:

cd cinnamon-themes


para terminar:

./test


e pronto, 8 novos temas para todos os gostos instalados no vosso Ubuntu.

Caso não queiram efectuar este procedimento, deixo-vos aqui o link directo para o tema utilizado por mim, de nome Eleganse:


Para activar este ou qualquer tema compatível, basta clicarem no ícone no canto superior esquerdo do ecrã (Overview Icon) e escolherem o separador Themes, ou, como referido acima (a escolha é vossa), utilizarem o "cinnamon-settings" (mais opções) e encontrarão aí todos os temas disponíveis. O Cinnamon já vem com o tema Cinnamon por defeito e ele é bastante bonito, mas este Eleganse (na minha opinião) é bastante mais.
Os temas que o Cinnamon não reconhecer como nativos vão aparecer com um ponto de interrogação sobre eles (clique na imagem à direita para ver melhor esse aspeto). Eu experimentei alguns deles (GTK3) e funcionaram, mas não a 100% (algumas transparências nos menus não existem dificultando a escolha dos programas), mas ficará ao vosso critério.











Como mudar de tema Metacity no Cinnamon



Para mudar o tema das janelas (Metacy) no Cinnamon, o processo é simples mas também tem algumas regras que descobri por mim próprio enquanto tentava e não conseguia mudar o tema das janelas.
Uma nota importante, é que apenas consegui utilizar as variantes dos temas, Adwaita, Drakfire e Zukitwo. Pois outros temas, como Elementary, Orta, etc, não funcionaram deixando as janelas com um aspecto horrível.

Como tal, acedam a esta página http://gnome-look.org/, procurem pelos temas (e variantes) acima descritos e coloquem-nos na vossa pasta pessoal de temas ~/.themes ou em /usr/share/themes.

Depois abram o gconf-editor, procurando-o no "Dash" ou utilizando as teclas Alt+F2.
Sigam o caminho (à esquerda) desktop > cinnamon > windows e vão encontrar (à direita) a opção" theme". Cliquem sobre ela duas vezes e escrevam nesse espaço o nome do tema que querem utilizar (ex imagem abaixo - drakfire dream gray) e carreguem em "enter" (clique na imagem à direita para ver melhor).
Atenção!!! O tema só funcionará se for compatível e se escreverem o nome do mesmo exactamente como têm na vossa pasta de temas (letras maiúsculas ou minúsculas, espaços, etc).
Depois pressionem as teclas Alt+F2 e irá aparecer uma pequena janela (como no Gnome-Shell), aí pressionam a tecla da letra "r" e de seguida "enter".
O ambiente gráfico irá iniciar já com o vosso novo tema para as janelas.






Como mudar o tema GTK?



Para mudar o tema GTK, poderão continuar a utilizar o Gnome-Tweak-Tool. Utilizando o campo Tema > Tema GTK+.

Se ainda não o tiverem instalado, ele está nos repositórios do Ubuntu, bastando para isso abrir o terminal e executar o seguinte comando:

sudo apt-get install -y gnome-tweak-tool


Também tive que abrir o Gnome-Tweak-Tool e escolher a opção desactivar o Global Menu, pois os programas não apresentavam os menus de contexto. Este procedimento também foi necessário no Gnome-Shell (pelo menos para mim), portanto não será novidade.


Colocar em DES - Have file manager handle the desktop (tive que fazer logout e depois login para a mudança ter efeito)



Entretanto ficam aqui mais alguns screenshots do Cinnamon no meu Ubuntu 11.10 32bits:


EXTENSÃO METEOROLÓGICA (WEATHER EXTENSION)



Este PPA também tem disponível uma extensão que nos permite ver as condições meteorológicas.
Para instalá-la, execute este comando no terminal (consola):

















sudo apt-get install cinnamon-extension-weather




Análise Crítica



Quanto aos "contras" e "bugs", verifiquei que nas traduções para Português muitas aplicações não são traduzidas (quando acedemos ao Menu), não são colocadas nos seus devidos locais, só sendo possível encontrá-las quando recorremos ao separador "All Aplications".
Por mais estranho que pareça, não consegui encontrar o Centro de Software do Ubuntu (no Menu), mas o Deepin Software Center (do Deepin Linux, uma fork Chinesa do Ubuntu) encontrei!
Estranho!
É evidente que este projecto ainda tem muito que melhorar, com o acrescentar de mais funções e personalizações, assim como correcções para as várias Línguas existentes e, pelos vistos, de "bugs" estranhos :lol: .
Mas é mais leve que os seus concorrentes e não fica nada atrás na beleza e fluidez em relação, quer ao Gnome-Shell, ao MATE, Unity ou mesmo ao Gnome-Fallback (clássico).



Espero que tenham gostado do artigo, mas principalmente deste Ambiente Gráfico!

    Quero salientar que este é o primeiro artigo que escrevo (desde os meus tempos de escola :lol: ), como tal quero já me desculpar por qualquer falha na execução do mesmo.
    Depois e, devido à minha falta de experiência, vou basear o que vou escrever naquilo que li e vi noutros “sites”, como tal a originalidade não será um ponto a ter em conta e no fim do artigo deixarei as fontes originais nas quais me “inspirei” :lol: .
    Em terceiro resolvi escrever este artigo depois do incentivo por parte do nosso conhecido :lol: Cláudio Novais.
    Por último, Cláudio, dá uma olhada e muda aquilo que achares que não estiver de acordo com as regras do Forum.

    Aqui vai!


Referências:



Editado pela última vez por Miguel Fonseca em Ter, 17 de Janeiro 2012, 21:00, em um total de 33 vezes.
It is only in Love and Murder, that we still remain sincere! - Friedrich Durrenmatt
Avatar do usuário
Miguel Fonseca
Bleeding-edge Helper
 
Mensagens: 2512
Registrado em: 10 Junho, 2011

Re: Cinnamon – Excelente alternativa ao Gnome-Shell e Mate

Mensagempor Claudio Novais » Ter, 3 de Janeiro 2012, 19:14

Olá Miguel,

Antes de mais e acima de tudo, muito obrigado por apresentares um tópico informativo. E agora, para além de ser informativo ainda é recheado de informação que, pareceu-me muito completa.

Porque digo pareceu-me? Neste momento estou a trabalhar e apenas dei uma vista de olhos. Mais tarde, hoje ao fim do dia, farei uma revisão melhorada do que fizeste, mas acho que acima de tudo, a única que falhou, se é que posso dizer isto, foi mesmo a estrutura que podia ser mais esteticamente apelativa :D Esta foi a impressão maior que tive, mas a outra impressão foi de que fizeste um trabalho muito completo por isso os meus parabéns por isso mesmo! ;)

Abraço e espero que este tópico seja tão útil quanto eu acho que vai ser xD
Avatar do usuário
Claudio Novais
Editor do Ubuntued
 
Mensagens: 16869
Registrado em: 25 Maio, 2011

Re: Cinnamon – Excelente alternativa ao Gnome-Shell e Mate

Mensagempor Luis Cardoso » Ter, 3 de Janeiro 2012, 19:58

Devo também dizer que tive que abrir o Gnome-Tweak-Tool e escolher a opção desactivar o Global Menu, pois os programas não apresentavam os menus de contexto. Este procedimento também foi necessário no Gnome-Shell (pelo menos para mim), portanto não será novidade.

Não sei como fizeste por meio deste processo... Eu tenho nenhuma opção para desligar o Global Menu! O que tive de fazer foi executar este comando:
sudo apt-get remove appmenu-gtk3 appmenu-gtk appmenu-qt
(via: webupd8.org)

Não ficou horrível, mas não consegui personalizá-los. Ou por burrice minha, ou devido a algum "bug", fica para já como um dos "contras" que encontrei (talvez o Luís Cardoso me possa esclarecer quanto a este problema :lol: ).

Pois bem, estou com o mesmo problema, no entanto alguns temas alteram um pouco esse Metacity. Têm de ser temas que incluam apenas o uso do Unico! Como por exemplo este!
ImagemImagem
«Escolhe um trabalho de que gostes, e não terás que trabalhar um só dia na tua vida» - Confúcio
Avatar do usuário
Luis Cardoso
Redator
 
Mensagens: 10455
Registrado em: 26 Maio, 2011
Localização: Portugal

Re: Cinnamon – Excelente alternativa ao Gnome-Shell e Mate

Mensagempor Miguel Fonseca » Ter, 3 de Janeiro 2012, 20:03

Claudio Novais » Ter Jan 03, 2012 7:14 pm escreveu:Olá Miguel,

Antes de mais e acima de tudo, muito obrigado por apresentares um tópico informativo. E agora, para além de ser informativo ainda é recheado de informação que, pareceu-me muito completa.

Porque digo pareceu-me? Neste momento estou a trabalhar e apenas dei uma vista de olhos. Mais tarde, hoje ao fim do dia, farei uma revisão melhorada do que fizeste, mas acho que acima de tudo, a única que falhou, se é que posso dizer isto, foi mesmo a estrutura que podia ser mais esteticamente apelativa :D Esta foi a impressão maior que tive, mas a outra impressão foi de que fizeste um trabalho muito completo por isso os meus parabéns por isso mesmo! ;)

Abraço e espero que este tópico seja tão útil quanto eu acho que vai ser xD


Boas Cláudio, efectivamente eu escrevi o "post" da melhor maneira possível dentro do tempo que tenho disponível.
Devido à quantidade de informação que quis fornecer, devo ter exagerado e deixado o "post" um pouco grande e talvez confuso (espero que não, pois gostava que quem o lesse conseguisse tirar algo de positivo dele!).

De qualquer maneira, já o editei para acrescentar uma solução que descobri por mim próprio enquanto "fuçava" o gconf-editor.

Cumprimentos.

P.S. - Espero conseguir fazer melhor numa próxima oportunidade.
It is only in Love and Murder, that we still remain sincere! - Friedrich Durrenmatt
Avatar do usuário
Miguel Fonseca
Bleeding-edge Helper
 
Mensagens: 2512
Registrado em: 10 Junho, 2011

Re: Cinnamon – Excelente alternativa ao Gnome-Shell e Mate

Mensagempor Miguel Fonseca » Ter, 3 de Janeiro 2012, 20:23

Luis Cardoso » Ter Jan 03, 2012 7:58 pm escreveu:
Devo também dizer que tive que abrir o Gnome-Tweak-Tool e escolher a opção desactivar o Global Menu, pois os programas não apresentavam os menus de contexto. Este procedimento também foi necessário no Gnome-Shell (pelo menos para mim), portanto não será novidade.

Não sei como fizeste por meio deste processo... Eu tenho nenhuma opção para desligar o Global Menu! O que tive de fazer foi executar este comando:
sudo apt-get remove appmenu-gtk3 appmenu-gtk appmenu-qt
(via: webupd8.org)

Não ficou horrível, mas não consegui personalizá-los. Ou por burrice minha, ou devido a algum "bug", fica para já como um dos "contras" que encontrei (talvez o Luís Cardoso me possa esclarecer quanto a este problema :lol: ).

Pois bem, estou com o mesmo problema, no entanto alguns temas alteram um pouco esse Metacity. Têm de ser temas que incluam apenas o uso do Unico! Como por exemplo este!


Boas Luís, depois de fazeres como referi no "post" principal, faz logout e depois login (com Alt+F2 seguido de "r" e "enter" não deu) que já vais ter acesso aos menus de contexto das aplicações.
Como podes ver no screenshot onde refiro este procedimento.
A única aplicação que ficou sem os menus de contexto foi o Google Chrome, mas tens a famosa "chave inglesa" onde podes aceder a todas as opções.

Se leres o "post" outra vez (eu modifiquei-o), vais ver que já descobri a solução para o tema das janelas (Metacy).
Não deu com todos os temas, mas deu com alguns muito bons e com várias variantes.

De qualquer maneira, vou experimentar também com o tema que referiste, pois tenho-o instalado.

Cumprimentos.

P.S. - Vê a tua caixa de mensagens, pois eu respondi-te. Abraço.
It is only in Love and Murder, that we still remain sincere! - Friedrich Durrenmatt
Avatar do usuário
Miguel Fonseca
Bleeding-edge Helper
 
Mensagens: 2512
Registrado em: 10 Junho, 2011

Re: Cinnamon – Excelente alternativa ao Gnome-Shell e Mate

Mensagempor Claudio Novais » Qua, 4 de Janeiro 2012, 1:07

Olá Miguel,

Tive a fazer várias modificações ao texto mas acima de tudo, tal como te tinha dito, fiz em relação à estética para que o texto seja mais apelativo e seja possível navegar diretamente para os locais mais importantes. Sobre as alterações ao texto, não fiz todas as que queria, aliás, até fiz bastante poucas. No entanto, já está a ficar tarde por isso, deixarei uma segunda revisão para amanhã ou posteriormente.

Espero que gostes do resultado. Em todo caso, caso não gostes, aqui fica a versão anterior, que basta fazeres quote a esta minha mensagem para recuperares! ;)

Miguel72 » Ter Jan 03, 2012 5:37 pm escreveu:
Spoiler:
Boas, primeiro de tudo quero salientar que este é o primeiro artigo que escrevo (desde os meus tempos de escola :lol: ), como tal quero já me desculpar por qualquer falha na execução do mesmo.
Depois e, devido à minha falta de experiência, vou basear o que vou escrever naquilo que li e vi noutros “sites”, como tal a originalidade não será um ponto a ter em conta e no fim do artigo deixarei as fontes originais nas quais me “inspirei” :lol: .
Em terceiro resolvi escrever este artigo depois do incentivo por parte do nosso conhecido :lol: Cláudio Novais.
Por último, Cláudio, dá uma olhada e muda aquilo que achares que não estiver de acordo com as regras do Forum.

Aqui vai!

Como o titulo indica, o Cinnamon (palavra inglesa para Canela), é um Desktop Envirioment ou Ambiente Gráfico, que tem como inspiração o Gnome-Shell, por isso é uma “fork” do mesmo.

Este foi criado e desenvolvido por Clement Lefebvre, também conhecido por “Clem”, que é o principal desenvolvedor e criador do Cinnamon e do Linux Mint, Também está envolvido no projecto MATE.

Este projecto tenta oferecer um layout (disposição) idêntica ao do “velhinho” Gnome 2, como por exemplo, um painel inferior com lançadores, systray (bandeja de sistema) e notificações. No entanto, trata-se de uma mistura bem bonita e já estável deste último e do novo Gnome-Shell.

Há cerca de uns dias, foi lançada a última versão do Cinnamon, a 1.1.3, que trouxe algumas novidades, melhoras e correcção de “bugs”:

. agora já existe a possibilidade de esconder automaticamente (autohide) o painel inferior;

. a função de vista panorâmica ou o ícone podem ser desabilitados (mesmo que o ícone actividades do Gnome-Shell);

. melhoras no menu, incluindo: a possibilidade de através do clicar com o botão direito do rato sobre os ícones de qualquer aplicação, adicioná-los ao painel inferior, ao desktop, adicionar ou remover para/dos favoritos e até configurar o texto do Menu;

. os lançadores do painel agora têm tooltips (dicas);

. os temas que temos na nossa pasta pessoal (~/.themes) são agora detectados e utilizáveis quando compatíveis;

. as miniaturas (thumbnails) dos ficheiros theme.json no Gnome-Shell também já são usadas;

. windows overview (vista panorâmica das janelas) agora possuem ícones para mais fácil identificação.

Para ver a lista completa das mudanças, sigam este link http://cinnamon.linuxmint.com/?p=99


Agora que já falámos um pouco do Cinnamon, vamos arregaçar as mangas e ver como é possível instalá-lo no Ubuntu. O processo é simples e depende apenas de um pacote DEB.
No entanto, se queremos ter acesso ao Cinnamon directamente durante o processo de login, como acontece com o Unity, Gnome-Shell, etc, devemos também instalar um segundo pacote DEB que fará isso automaticamente.

Para fazerem o download dos pacotes devem aceder à página do projecto no GitHub.
Deixo aqui o primeiro link directo do pacote que permitirá instalar o Cinnamon https://github.com/downloads/linuxmint/Cinnamon/cinnamon_1.1.3_i386.deb (para 32 bits)

e https://github.com/downloads/linuxmint/Cinnamon/cinnamon_1.1.3_amd64.deb (para 64 bits).

Bastará depois, darem 2 (dois) cliques sobre o pacote para instalá-lo com o Ubuntu Software Center.

A partir deste momento já poderão experimentar o Cinnamon, bastando para isso abir o terminal, ou pressionarem as teclas Alt+F2 e escreverem
cinnamon –- replace (atenção que antes de replace são 2 (dois) traços (“-”).

Para voltarem ao vosso ambiente gráfico antigo, bastará reverterem o comando anterior, por exemplo
unity –-replace (atenção que antes de replace são 2 (dois) traços (“-”).

Se gostaram do Cinnamon e querem ter acesso ao mesmo no processo de login, então devem aceder a este link https://github.com/downloads/linuxmint/Cinnamon/cinnamon-session_1.0.0_all.deb (para 32 e 64 bits)
fazerem o download do pacote DEB, instalá-lo como descrito anteriormente e já poderão escolher iniciar o vosso Ubuntu com o Cinnamon.


Imagem tirada do site Webupd8.org http://www.webupd8.org/2012/01/cinnamon-13-released-with-panel.html#more


Para poderem activar ou desativar o “autohide” do painel inferior, mudar o texto do menu e mais algumas configurações, iram precisar de usar o dconf-editor. Para o instalar, basta apenas abrirem o terminal e utilizar o seguinte comando:

sudo apt-get install -y dconf-tools


Depois abram o dconf-editor (Alt+F2 ou procurem por ele no “Dash”) e naveguem seguindo o separador (lado esquerdo do editor) org > cinnamon. Aí encontrarão todas as opções disponíveis.



Segundo indicação do site oficial do Cinnamon, instalá-lo não irá entar em conflito com o Gnome-Shell e, por experiência própria, também não aconteceu no Unity.

Escrevi este artigo tendo em conta o Ubuntu 11.10, mas no Linux Mint, apenas será necessário instalar o pacote que está nos repositórios. Por isso:

sudo apt-get install -y cinnamon-session


Para outras distribuições acedam à página de download do Cinnamon
http://cinnamon.linuxmint.com/?page_id=61


Caso estejam curiosos em relação ao tema utilizado no meu Cinnamon, trata-se de um tema feito precisamente para este ambiente gráfico que se chama Eleganse. Se o quiserem ter, basta seguirem este link
http://gnome-look.org/content/show.php/Eleganse+and+dark-glass+Cinnamon+themes?content=147807
e instalá-lo como qualquer outro tema, na vossa pasta pessoal ~/.themes ou em /usr/share/themes.

Para activar este ou qualquer tema compatível, basta clicarem no ícone no canto superior esquerdo do ecrã (Overview Icon) e escolherem o separador Themes, encontrarão aí todos os temas disponíveis. O Cinnamon já vem com o tema Cinnamon por defeito e ele é bastante bonito, mas este Eleganse (na minha opinião) é bastante mais.
Os temas que o Cinnamon não reconhecer como nativos vão aparecer com um ponto de interrogação sobre eles. Eu experimentei alguns deles (GTK3) e funcionaram, mas não a 100% (algumas transparências nos menus não existem dificultando a escolha dos programas), mas ficará ao vosso critério.



Para mudar o tema das janelas (Metacy) no Cinnamon, o processo é simples mas também tem algumas regras que descobri por mim próprio enquanto tentava e não conseguia mudar o tema das janelas.
Uma nota importante, é que apenas consegui utilizar as variantes dos temas, Adwaita, Drakfire e Zukitwo. Pois outros temas, como Elementary, Orta, etc, não funcionaram deixando as janelas com um aspecto horrível.

Como tal, acedam a esta página http://gnome-look.org/, procurem pelos temas (e variantes) acima descritos e coloquem-nos na vossa pasta pessoal de temas ~/.themes ou em /usr/share/themes.

Depois abram o gconf-editor, procurando-o no "Dash" ou utilizando as teclas Alt+F2.
Sigam o caminho (à esquerda) desktop > cinnamon > windows e vão encontrar (à direita) a opção" theme". Cliquem sobre ela duas vezes e escrevam nesse espaço o nome do tema que querem utilizar (ex imagem abaixo - drakfire dream gray) e carreguem em "enter".
Atenção!!! O tema só funcionará se for compatível e se escreverem o nome do mesmo exactamente como têm na vossa pasta de temas (letras maiúsculas ou minúsculas, espaços, etc).
Depois pressionem as teclas Alt+F2 e irá aparecer uma pequena janela (como no Gnome-Shell), aí pressionam a tecla da letra "r" e de seguida "enter".
O ambiente gráfico irá iniciar já com o vosso novo tema para as janelas.



Para mudar o tema GTK, poderão continuar a utilizar o Gnome-Tweak-Tool. Utilizando o campo Tema > Tema GTK+.

Se ainda não o tiverem instalado, ele está nos repositórios do Ubuntu, bastando para isso abrir o terminal e executar o seguinte comando:

sudo apt-get install -y gnome-tweak-tool


Também tive que abrir o Gnome-Tweak-Tool e escolher a opção desactivar o Global Menu, pois os programas não apresentavam os menus de contexto. Este procedimento também foi necessário no Gnome-Shell (pelo menos para mim), portanto não será novidade.


Colocar em DES - Have file manager handle the desktop (tive que fazer logout e depois login para a mudança ter efeito)



Entretanto ficam aqui mais alguns screenshots do Cinnamon no meu Ubuntu 11.10 32bits:





Quanto aos "contras" e "bugs", verifiquei que nas traduções para Português muitas aplicações não são traduzidas (quando acedemos ao Menu), não são colocadas nos seus devidos locais, só sendo possível encontrá-las quando recorremos ao separador "All Aplications".
Por mais estranho que pareça, não consegui encontrar o Centro de Software do Ubuntu (no Menu), mas o Deepin Software Center (do Deepin Linux, uma fork Chinesa do Ubuntu) encontrei!
Estranho!
É evidente que este projecto ainda tem muito que melhorar, com o acrescentar de mais funções e personalizações, assim como correcções para as várias Línguas existentes e, pelos vistos, de "bugs" estranhos :lol: .
Mas é mais leve que os seus concorrentes e não fica nada atrás na beleza e fluidez em relação, quer ao Gnome-Shell, ao MATE, Unity ou mesmo ao Gnome-Fallback (clássico).


Espero que tenham gostado do artigo, mas principalmente deste Ambiente Gráfico!

Para a elaboração deste artigo tive como referência os seguintes sites:

http://www.lffl.org/2012/01/rilasciato-cinnamon-113-possiamo.html#more (em Italiano)

http://www.webupd8.org/2012/01/cinnamon-13-released-with-panel.html#more (em Inglês)

http://cinnamon.linuxmint.com/ (site oficial em Inglês)



Mais uma vez muitos parabéns por este excelente e completo tutorial. :OK: Penso que quando este sistema estabilizar da forma mais generalista, o teu tópico será praticamente um artigo publicado no Ubuntued! ;)

Mas até lá quero esperar pelo menos por um PPA! Já para não falar de um modo mais simplificado de personalização.

Abraço
Avatar do usuário
Claudio Novais
Editor do Ubuntued
 
Mensagens: 16869
Registrado em: 25 Maio, 2011

Re: Cinnamon – Excelente alternativa ao Gnome-Shell e Mate

Mensagempor Miguel Fonseca » Qua, 4 de Janeiro 2012, 1:37

Boas Cláudio, ficou realmente muito melhor assim!

Tenho que fazer "edit" para ver como colocaste as imagens lado a lado e, ao lado do texto, pois não sabia como fazê-lo!

Sempre a aprender :D !

Agradeço o incentivo.

Os meus cumprimentos.
It is only in Love and Murder, that we still remain sincere! - Friedrich Durrenmatt
Avatar do usuário
Miguel Fonseca
Bleeding-edge Helper
 
Mensagens: 2512
Registrado em: 10 Junho, 2011

Re: Cinnamon – Excelente alternativa ao Gnome-Shell e Mate

Mensagempor Claudio Novais » Qua, 4 de Janeiro 2012, 1:41

Ah, faltou dizer outra coisa, pus a maioria das imagens mais pequenas pois primeiro eram muitas e fazia a página demorar a carregar e segundo acho que fica mais apelativo, visto que são muitas.

Sobre o incentivo, é apenas uma constatação de algo muito bem feito! ;)
Avatar do usuário
Claudio Novais
Editor do Ubuntued
 
Mensagens: 16869
Registrado em: 25 Maio, 2011

Re: Cinnamon – Excelente alternativa ao Gnome-Shell e Mate

Mensagempor Miguel Fonseca » Qua, 4 de Janeiro 2012, 1:53

Agradeço mais uma vez!

Já tive a ver os códigos usados.

Também não sabia como pôr as imagens mais pequenas.

Mas agora já sei :lol: .

Cumps.
It is only in Love and Murder, that we still remain sincere! - Friedrich Durrenmatt
Avatar do usuário
Miguel Fonseca
Bleeding-edge Helper
 
Mensagens: 2512
Registrado em: 10 Junho, 2011

Re: Cinnamon – Excelente alternativa ao Gnome-Shell e Mate

Mensagempor Exploit » Qua, 4 de Janeiro 2012, 4:51

Muito bom o artigo :!: Ainda não experimentei mas se é mais leve tenho de experimentar :ugeek:
Avatar do usuário
Exploit
 
Mensagens: 1297
Registrado em: 31 Agosto, 2011

Próximo

Tópicos Similares:

Voltar para Temas do Ubuntu

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 4 visitantes