Bem-vindo: Sex, 28 de Abril 2017, 5:18 Pesquisa avançada

Pessoas com Deficiências e Ubuntu

Tem um artigo interessante e importante para a comunidade? Quer apresentar um software que acabou de conhecer? Ou até um software ou script seu? Então veja nesta secção como o redigir corretamente para publicar artigos no Blog do Ubuntued!

Pessoas com Deficiências e Ubuntu

Mensagempor deniskatko » Qui, 27 de Novembro 2014, 23:32

Vamos falar um pouco sobre pessoas com deficiências e Ubuntu nesses dois primeiros parágrafos gostaria de falar um pouco sobre mim, já que sou uma delas, aos 3 meses de idade contraí uma doença causada por um vírus chamada Poliomielite, essa doença me causou uma sequela de tetraparesia, ou seja, o comprometimento parcial dos membros inferiores e superiores, impossibilitando-me de andar como as outras pessoas, ao contrário do que as pessoas disseram aos meus pais, não fiquei “TRAVADO” em cima de uma cama, ao contrário, fui atrás do que eu queria, ou seja, uma vida plena e que me satisfizesse a ponto de não me sentir tão desigual em relação a outras pessoas, comecei minha vida profissional em 1988, quando ganhei meu primeiro PC um TK95 da MicroDigital, acredito que nem exista mais, era um computador que você ligava na TV porque não tinha nem monitor, comparado a hoje era ridículo.

Por muitos anos da minha vida, fiquei tentando juntar em um lugar só a maior gama de assuntos voltados à tecnologia e pessoas com deficiência.

Porém, ficava bem chateado quando, por exemplo, um cego só escrevia artigos voltados a deficientes visuais.

Ironicamente, tenho alguns amigos que são cegos e os próprios me disseram que cada um puxa sardinha pro seu lado. Não concordando com isso, aqui vai um artigo que não é sobre deficiência física.

Vamos falar nesse artigo sobre um programa de computador para deficientes visuais.

JAWS

JAWS (acrônimo para Job Access With Speech) é um "screen reader". Um programa de computador para usuários com deficiência visual que lê a tela para o usuário, produzido pelo Blind and Low Vision Group da empresa Freedom Scientific, de Saint Petersburg, Flórida, Estados Unidos.

JAWS foi lançado originalmente em 1989 por Ted Henter, um ex-piloto de motos que perdeu a visão em um acidente de automóvel de 1978. Em 1985, Henter, juntamente com um investimento de USD Bill Joyce $ 180.000, fundou a Henter - Joyce Corporation, em St. Petersburg, na Flórida. Joyce vendeu sua participação na empresa de volta para Henter em algum momento de 1990. Em abril de 2000, Henter - Joyce, Blazie Engenharia e Arkenstone , Inc. fundiram para formar Freedom Scientific .

JAWS foi criado originalmente para o sistema operacional MS- DOS. Ele foi um dos vários leitores de tela dando aos usuários cegos o acesso a aplicativos em modo texto do MS-DOS. Uma característica única de JAWS na época era o uso de menus em cascata, no estilo do popular aplicativo Lotus 1-2-3. O que configurar o JAWS para além de outros leitores de tela da época era o uso de macros que permitiu aos usuários personalizar a interface do usuário e trabalhar melhor com várias aplicações.

Ted Henter e Rex Skipper escreveu o código JAWS original, nos meados da década de 1980, lançando a versão 2.0 em meados de 1990. Skipper deixou a empresa após o lançamento da versão 2.0, e depois de sua partida, Charles Oppermann foi contratado para manter e melhorar o produto. Oppermann e Henter adicionados regularmente características menores e maiores e freqüentemente lançados novas versões. Freedom Scientific JAWS oferece agora para o MS -DOS como um download gratuito a partir de seu web site. [3 ] [4]

Em 1993, Henter - Joyce lançou uma versão altamente modificada do JAWS para as pessoas com dificuldades de aprendizagem. Este produto, chamado WordScholar, já não está disponível.



Vocês devem estar me perguntando mais o que isso tem haver com Ubuntu? Eu respondo tudo! Quando instalei pela primeira vez o Ubuntu no meu pc com windows ainda, disse assim, eles conseguiram acabar com o Bill Gates, infelizmente eu estava errado, o monopólio do Microsoft Office parece existir e muito na vida das pessoas, principalmente quando mostrei o Ubuntu pela primeira vez a um outro amigo cadeirante, ele ficou atônito e disse “nossa, parece com a interface do ms Office 2003” infelizmente tive que concordar com ele, mais quando eu comecei a digitar e o Ubuntu começou a me sugerir palavras cujo qual se eu apertasse ENTER a palavra era escrita aí sim ele viu vantagem que nenhuma das versões do Word trouxe pra ele, isso pra nós que possuímos uma deficiência nos membros superiores é a coisa mais fantástica que existe.
Esse é o primeiro texto que eu escrevo em Ubuntu Writer e devo confessar que estou simplesmente fascinado com a estabilidade dessa suíte.
Apesar de lembrar muito a interface da suíte mencionada já nesse artigo, me sinto bem a vontade tenho um bom conhecimento em outros editores de texto, e devo lembrar que esse aqui o Writer da Ubuntu é muito bom para pessoas como eu que necessito de condições de hardware um pouco diferenciada, uso em minha casa um teclado e mouse sem fio, porém, necessito de um pequeno espaçamento entre as teclas para que eu possa digitar normalmente. Pois caso contrário, sempre esbarro em teclas sem a necessidade.
Abaixo uma pequena imagem do meu teclado e do meu mouse.






Sempre primei por simplicidade, como podem ver não há muitas adaptações para pessoas com deficiência física no mercado, esse aí foi o que mais se adequou as minhas necessidades, se eu tivesse o e-mail da equipe do Writer mandaria uma sugestão para que fosse desenvolvida no Writer a mesma tecnologia que existe em tablets e smartfones o speech-to-write (fale para escrever). Vamos aguardar as próximas versões da suíte, acredito que não estamos longe disso.
Vi que o Ubuntu possui Orca, porém é bem repetitivo.
Avatar do usuário
deniskatko
 
Mensagens: 3
Registrado em: 22 Maio, 2013

Re: Pessoas com Deficiências e Ubuntu

Mensagempor portaro » Qua, 3 de Dezembro 2014, 4:05

OLá amigo voçê bateu numa das minhas ideias e preocupações, integrar tecnologia que responda a pessoas com alguma limitação no Ubuntu.

Mas não sendo programador e não tendo equipa nunca fiz grandes avanços na ideia, mas é até uma forma de ganhar dinheiro por exemplo assistindo um sistema para pessoas com limitação.

Mas nem tudo é mau por exemplo o Knoppix tem todo o sistema ditado pelo aumix, existem uns quantos scripts para o pc falar o problema é o que falar o texto, ou uma imagem etc...

Este exemplo o pc dita o escrito -

Código: Selecionar todos
#!/bin/bash

#################################
# Speech Script by Dan Fountain #
# Shared by portaro  #
# TalkToDanF@gmail.com          #
#################################

INPUT=$*
STRINGNUM=0

ary=(${INPUT:2})
echo "---------------------------"
echo "Speech Script by Dan Fountain"
echo "TalkToDanF@gmail.com"
echo "---------------------------"
for key in "${!ary[@]}"
do
SHORTTMP[$STRINGNUM]="${SHORTTMP[$STRINGNUM]} ${ary[$key]}"
LENGTH=$(echo ${#SHORTTMP[$STRINGNUM]})
#echo "word:$key, ${ary[$key]}"
#echo "adding to: $STRINGNUM"
if [[ "$LENGTH" -lt "100" ]]; then
#echo starting new line
SHORT[$STRINGNUM]=${SHORTTMP[$STRINGNUM]}
else
STRINGNUM=$(($STRINGNUM+1))
SHORTTMP[$STRINGNUM]="${ary[$key]}"
SHORT[$STRINGNUM]="${ary[$key]}"
fi
done

for key in "${!SHORT[@]}"
do
#echo "line: $key is: ${SHORT[$key]}"


Abre consola aponta e - $ ~ /scriptdetexto pt O meu texto ...


Existem também ebook - speakers , e-speech e outros programas, o facto de não haver soluções livres em mais diversidade e mais conhecidas reside em dois factos, falta de "público alvo tester" falta de saber como responder a essa pessoas já que os programadores muito provávelmente não têm muito contacto com pessoas limitadas e ao ser assim resulta dificil desenhar algo que lhes responda.

portaro
 
Mensagens: 459
Registrado em: 29 Junho, 2011
Localização: Portugal


Tópicos Similares:

Voltar para Publique artigos no Blog Ubuntued!

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante

cron